jusbrasil.com.br
18 de Agosto de 2022

Dano moral por Covid-19 depende de negligência da empresa e prova de infecção no ambiente de trabalho

Hiromoto Advocacia, Advogado
Publicado por Hiromoto Advocacia
há 7 meses


Um técnico de instrumentação de uma empresa de engenharia e serviços infectado com covid-19 não conseguiu provar que contraiu a doença no ambiente de trabalho. Assim, não teve direito à indenização por dano moral reconhecido pelo TRT da 2ª Região. A decisão foi da 3ª Turma do Tribunal, confirmando sentença do juízo de origem.

Para pleitear o direito, o trabalhador alegou que a empresa não observou as recomendações das autoridades sanitárias para conter a disseminação do vírus. Disse, ainda, que não havia álcool em gel disponibilizado nas instalações da empresa companhia ou sabonete para higienização das mãos, negligências que, segundo ele, levaram ao contágio.

A empresa, por outro lado, afirmou que sempre forneceu máscara e álcool em gel para todos os colaboradores. Alegou, ainda, que havia orientação e fiscalização quanto ao uso por profissional da área de saúde contratada especificamente para essa finalidade e pela equipe da segurança do trabalho. Argumentou também que o autor pode ter sido contaminado em qualquer lugar.

Segundo o juiz-relator, Luis Augusto Federighi, além de o profissional não ter produzido prova de que a contratante não observou as recomendações sanitárias, “não há como garantir, de forma inequívoca, a origem do contágio do reclamante”. O magistrado acrescentou que, pela própria natureza do ofício desempenhado, o autor não estava “em um local exposto a alto risco de contaminação como acontece, por exemplo, com aqueles trabalhadores que atuam nas unidades de saúde”.

O processo discorreu ainda sobre justiça gratuita, multa do artigo 467 da CLT, horas extras, honorários sucumbenciais e responsabilidade subsidiária da tomadora de serviços, com decisões favoráveis e contrárias ao reclamante.

(Processo nº 1000203-15.2021.5.02.0361)


📰 Leia também:


Informações relacionadas

Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região
Jurisprudênciahá 10 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região TRT-7 - Agravo de Petição: AP XXXXX-37.2000.5.07.0009

Petição - Ação Covid-19

Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região
Jurisprudênciahá 5 meses

Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região TRT-3 - RECURSO ORDINARIO: RO XXXXX-11.2020.5.03.0016 MG XXXXX-11.2020.5.03.0016

Gabriel Pacheco, Advogado
Artigosano passado

Justiça do Trabalho reconhece Covid-19 como Acidente de Trabalho

Bruna Alvares da Silva Mariano, Advogado
Artigoshá 2 anos

O trabalho em home office é submetido a hora extra? O Ministério Público do Trabalho emitiu Nota Técnica sobre o tema

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)